VOCÊ DORME E A MENTE SOLUCIONA SEUS PROBLEMAS !

01/08/2012 14:40

 

O sono organiza a sua mente

“Dormir e pensar no assunto” parece propiciar a clareza de que precisamos para resolver o quebra-cabeça da vida.

Quanto mais pesquisamos sobre o assunto, mais percebemos que o cérebro está longe da inatividade enquanto dormimos. Está claro que o sono pode consolidar memórias por meio de seu aprimoramento e estabilização, mesmo quando não sabemos que pode haver padrões ali. É óbvio, portanto, que economizar nas horas de sono prejudica esses processos, chamados cognitivos: alguns aspectos só são possíveis quando temos mais de seis horas de sono. Perca uma noite, e as memórias do dia podem ser comprometidas – uma constatação perturbadora em uma sociedade na qual a privação de sono se alastra em proporções epidêmicas.

Durante o sono, o cérebro reativa padrões de atividade que realizou durante o dia, fortalecendo as memórias por meio dessa potenciação em longo prazo. Conforme essa prática inconsciente fortalece a memória, algo mais complexo acontece: o cérebro pode estar ensaiando, de forma seletiva, os aspectos mais difíceis de uma tarefa.Um estudo realizado em 2005, por Matthew P. Walker, demonstrou que quando as pessoas treinavam num teclado a digitação de seqüências complicadas, como 4-1-3-2-4( algo parecido com aprender uma partitura de piano),dormir entre sessões de treinamento fazia com que os dedos movimentassem de forma mais rápida e coordenada numa próxima tentativa. Em uma experiência mais aprofundada, ele descobriu que os voluntários não estavam apenas aprimorando a tarefa de digitação; estavam também vencendo as dificuldades com as seqüências numéricas mais complicadas.

Descobertas recentes mostram que dormir também facilita a análise ativa de novas memórias, permitindo a resolução de problemas e dedução de novas informações. Em, 2007, mostramos que o cérebro aprende enquanto dormimos.

É inegável que ainda restam muitas outras perguntas sobre nossa cognição noturna e sobre a forma exata como o cérebro realiza o processamento de memórias. Essas indagações suscitam uma questão maior: sobre a memória em geral: como lembramos certas informações e esquecemos outras? Acreditamos que compreender o sono pode ser a chave para decifrar mecanismos de memória. Para que isso ocorra, no entanto, é preciso realizar cada vez mais experimentos, mas igualmente importante é dormir e pensar a respeito.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!