Causas emocionais são responsáveis por bruxismo noturno

30/08/2012 22:44

 

Causas emocionais são responsáveis por bruxismo noturno

5 questões sobre bruxismo

Dores sem motivos na cabeça, nos dentes, na mandíbula e na região do pescoço podem ser sinal do distúrbio que afeta 15% da população.
Bruxismo vem do grego e significa ranger os dentes, é caracterizado pelo deslizamento/apertamento dos dentes entre si, sem objetivos funcionais, e é considerado um distúrbio do sono.

1- qual a causa do bruxismo?

O principal motivo está relacionado com o estresse, fadiga física e emocional. " Porém, clinicamente observa se que pacientes que fizeram algum procedimento cirúrgico odontológico mal finalizado ou têm algum problema odontológico sofrem com um ajuste inadequado de mandíbula e a pessoa fica o tempo todo tentando achar uma posição confortável para a boca". As causas emocionais são mais prováveis ao bruxismo noturno.

2 - Existe bruxismo acordado?

Sim. Esse tipo de ocorrência esta mais ligada a um tique que o individuo tem, como ficar mexendo o maxilar em movimentos semivoluntários enquanto está usando computador. Porém os tiques noturnos são mais prejudiciais, porque a pessoa faz o movimento de mastigação contínuo, por períodos muito prolongados de contração muscular.

3 – Quais os sintomas do problema?

Baseados nas sequelas, ou seja, desgaste no esmalte, dentes retos, e microfissuras. Quem mais consegue diagnosticar o problema é o próprio paciente. Perceber que há uma tensão na região do pescoço, dor nos ombros, dor de cabeça e até dor nos dentes. O ideal é ir ao dentista a cada seis meses, assim é possível observar alguns indícios de bruxismo.

4 – Há tratamento para o bruxismo?

Sim, o principal é o uso da placa interoclusal, rígida, com formato anatômico, feita para cada pessoa. Geralmente, é usada à noite, mas também pode ser utilizada de dia. Evita a contração muscular, auxilia no relaxamento, e protege os dentes. Se estiver passando, por um período de estresse, são indicadas terapias alternativas.

5 – O que acontece se não for tratado?

A sequela começa leve e pode se tornar grave com o tempo. Podem surgir problemas de enrijecimento de nuca, cefaleia, problemas de coluna, dentes retos, desgaste do esmalte, quebra de restauração, dor, estalido, luxação, e problemas na articulação da mandíbula. E a maior incidência são em pessoas estressadas, mulheres, e grávidas.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!