ANSIEDADE

14/07/2012 13:44



"Costumo dizer que só quando a pessoa percebe que a solução de um problema , é a sua aceitação, passa a viver um dia de cada vez, ou seja, o aqui e agora!" Vejamos a seguir:
A ansiedade é um estado de alerta que alimenta o planejamento de ações, buscando saídas, alternativas e ensaiando ações de enfrentamento ou fuga. É o preparo do corpo para fazer algo que nem sempre é feito. O corpo responde ao que pensamos, e geralmente os pensamentos ansiosos nos deslocam do aqui e agora para uma situação que normalmente tememos ou que nos causa alguma preocupação ou apreensão. À medida que você pensa, por exemplo, em algo que o amedronta, o cérebro recebe a mensagem "precisamos estar alertas, precisamos nos defender"; o corpo fica então preparado para enfrentar a situação e o que acontece é que a situação não está acontecendo de fato, e todo o preparo gerou uma energia que não foi utilizada concretamente. Hoje o ser humano
também passa por inúmeras situações hostis, nas quais ou tem vontade de fugir, sair correndo , ou tem vontade de atacar e destruir o que incomoda. Saiba que a resposta de luta-ou-fuga provoca mudanças corporais, como aumento de pressão, ritmo de respiração alterado, maior fluxo de sangue nos músculos, e metabolismo acelerado.
O problema da ansiedade não esta na resposta do corpo, mas sim no fato de que nem sempre, a ação gerada é concretizada, gerando um stress puramente mental, sem que haja um real esforço físico. Exemplo: nossas preocupações. Cada vez que você se desloca para um situação que o preocupa, está vivenciado, em fantasia, tudo o que acha que lhe dá medo ou lhe causa segurança e apreensão. Porém, perceba que a situação não está ocorrendo de fato, no aqui e agora, mas você sente toda a tensão dessa situação preocupante. Entenda que tudo o que pensamos passa para o corpo.
É importante buscar entender a raiz da ansiedade, que, na maioria dos casos, são medos e crenças que trazemos de nossa infância, ou seja, lacunas, necessidades, carências, medos, criam verdadeiras raízes que desenvolvem posteriormente o processo da ansiedade. A partir disso, estabelecemos decretos, crenças, cobranças verdadeiramente absurdas, fazendo-nos assumir responsabilidades ilusórias e, com isso, aprendemos a ficar sem contato adequado com o que sentimos, aprendemos a ficar fora do aqui e agora das situações.
Preocupamos-nos, achando que, se não pensarmos e tentarmos controlar as coisas, nada acontecerá. E o pior é que, na realidade, nada acontece mesmo, porque só pensamos e acabamos não agindo de forma objetiva e realista, considerando nossos limites. Assim, deixar de fazer o que se pode fazer, acaba se desviando para atitudes compensatórias, como comer em excesso, você passa a querer preencher o espaço que fica entre o aqui e agora e a situação futura com a qual você se preocupa.
Sendo assim, podemos concluir, que o grande antídoto para ansiedade é aceitar o que se sente e ficar no aqui e agora, prestando atenção ao que esta acontecendo e vivendo cada momento como ele se apresenta.

" Aceitação é a solução!"

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!